Benvido ao antigo chuza. Esta web é de só lectura. Preme aquí para ires ao novo Chuza!
 
10votadas
pechado

Carlos Mendes Pereira – Entrevista

P: Decidiste logo nom alterar (lusitanizar) o vocabulário e a morfologia do poema; só usaste a tua pronúncia portuense para ler o galego rosaliano. Porquê? R: Sendo dois jovens ramos de um mesmo ancestral tronco, sei que não estou a ler noutro idioma, pelo que me parece ser natural não alterar mais do que com a minha pronúncia, tal como faria com um poema dos Açores ou do Alentejo, regiões que também têm diversas diferenças linguísticas em relação ao meu português do Norte.

negativos: 0  usuarios: 6  anónimos: 4  orde:   compartir:  cabozo  twitter  facebook  buzz  friendfeed
comentarios pechados

Chuza